Geometral

Controlos Agrícolas 2014/2015

Agricultura



Nome: Aquisição de serviços necessários à realização de acções de controlo físico e por teledetecção em 2014 e 2015
Cliente: IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas
Ano: 2014/2015


A GEOMETRAL ficou classificada em primeiro lugar no concurso público Nº 6/IFAP/2013 que tem por objeto a aquisição dos serviços necessários à realização de ações de controlo, físico e por teledeteção, nos anos de 2014 e de 2015, no âmbito das ajudas e dos apoios financeiros concedidos pelo IFAP, IP.A acção de controlo físico consiste na verificação, no terreno, da elegibilidade dos pedidos de ajuda apresentados, como o Regime de Pagamento Único, as Boas Condições Agrícolas e Ambientais, Manutenção da actividade agrícola em zonas desfavorecidas, Alteração de modos de produção agrícola, Florestações de Terras Agrícolas, Medidas agro-ambientais ou Condicionalidade Ambiental.A GEOMETRAL executou:

  • (1) Verificação e preparação das condições necessárias à realização das ações de controlo;
  • (2) Execução de cerca de 13.000 ações de controlo, por ano;
  • (3) Apuramento e carregamento informático dos resultados de controlo de campo;
  • (4) Controlo de qualidade aos controlos efetuados;
  • (5) Fornecimento dos recursos suplementares.

A acção de controlo por teledetecção consiste no apuramento da área controlada, por requerente das ajudas, atráves da análise multitemporal de imagens de satélite e/ou fotografia aérea, com recurso ao Sistemas de Informação Geográfica (SIG), complementadas por visitas rápidas de campo no caso de haver dúvidas de fotointerpretação. A GEOMETRAL realizou:

  • (1) Visitas rápidas às parcelas agrícolas a controlar para aquisição de chave de fotointerpretação;
  • (2) Análise de dossiers com recurso a fotointerpretação aérea e espacial;
  • (3) Digitalização de subparcelas, georeferenciação de árvores e apuramento de áreas, recorrendo a aplicações SIG;
  • (4) Atribuição de códigos de constatação e validação informática de processos de controlo;
  • (5) Realização, até 2.000 visitas rápidas, às parcelas agrícolas que suscitem dúvidas na fotointerpretação;
  • (6) Recolha de resultados das parcelas visitadas;
  • (7) Classificação de dossiers; (8) Integração dos resultados de controlo no Sistema Informático Central.